terça-feira, 25 de novembro de 2014

COMUNIDADES "CALUNIADORAS" NÃO AJUDAM NA EVANGELIZAÇÃO

"Papa Francisco disse que as divisões entre os cristãos são um escândalo para a evangelização, e encorajou os membros da Igreja a irem além das opiniões pessoais e encontrarem valor no que os outros oferecem."

Fonte - Catholic News Agency

Nota: Em outras palavras, aqueles que não se alinharem ao ecumenismo em marcha, principalmente os que insistirem em diretamente denunciar as práticas com que não concordam nos demais segmentos cristãos, o que o papa chama de "opiniões pessoais", serão nominados como "caluniadores", que não ajudam na evangelização. Dessa nominação inicial para 'crime de ódio', é uma questão de tempo...

FRANCISCO PEDE PAZ E UNIÃO

Francisco levou apelos de paz ao Conselho da Europa 
Estrasburgo, França, 25 nov 2014 (Ecclesia) - O Papa Francisco disse hoje na sede do Conselho da Europa, em Estrasburgo, que é necessário aprender com as lições das duas Guerras Mundiais do século XX para defender a paz.

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

BUSCA DE PLENA UNIDADE É A PRIORIDADE DA IGREJA CATÓLICA, DIZ FRANCISCO

Cidade do Vaticano (RV) – Caminhar juntos, conhecer e amar o Senhor, colaborando em comunhão no serviço e na solidariedade com os mais fracos e sofredores. Foi o que pediu o Papa Francisco na carta entregue aos participantes da Plenária do Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos, em andamento até esta sexta-feira, 21, no Vaticano, sob o tema “A meta do ecumenismo: princípios, oportunidades e desafios a 50 anos da Unitatis redintegratio”. Nas palavras do Pontífice, presente o convite para valorizar e reconhecer também o ecumenismo de sangue, ou seja, o testemunho de sangue de quem segue Cristo até o sacrifício da própria vida.

terça-feira, 18 de novembro de 2014

PAPA VAI VISITAR EUA ANO QUE VEM

CIDADE DO VATICANO (Reuters) - O papa Francisco anunciou nesta segunda-feira que vai visitar os Estados Unidos no ano que vem, sua primeira viagem ao país como chefe da Igreja Católica, que tem 1,2 bilhão de fiéis.

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Francisco ao G20: mundo espera acordo para o fim da crise no Oriente Médio

Cidade do Vaticano (RV) - O Papa Francisco enviou uma mensagem ao Primeiro-ministro da Austrália, Tony Abbott, por ocasião da próxima cúpula do G20, marcada para os dias 15 e 16 de novembro em Brisbane. A agenda do encontro dos representantes das maiores 20 economias mundiais discutirá o crescimento sustentável da economia para afastar a recessão. Francisco recorda, contudo, que as cúpulas do G20 começaram em 2008, quando a crise financeira levou a inúmeros conflitos armados que provocaram “desentendimentos” entre os membros do grupo. Todavia, reiterou o Pontífice, “isso não impediu um diálogo genuíno no que diz respeito à segurança e à paz mundial”.